Empresários são presos em Juazeiro por venda de carne roubada no Paraná

Por Irlander Bacelar 23/07/2017 - 19:43 hs

Dois empresários de Juazeiro, foram presos pela Polícia Civil, segundo informações divulgadas neste sábado (22/7) por receptação e venda ilegal de carne bovina. Investigações apontam que a carne tenha sido roubada do Paraná e iria ser exportada. Vanessa Machado da Silva e Itamar Júnior dos Anjos foram autuados em flagrante, na sexta-feira (21/7), depois de serem denunciados por uma empresa de alimentos. O produto era destinado para exportação e, por isso, não poderia ser comercializado em território nacional, de acordo com a polícia.

Foram encontrados 17 caprinos inteiros e quatro retalhados de origem clandestina, no frigorífico em que um dos suspeitos é dono. Com Itamar foram apreendidas 304 caixas de carne exclusiva para exportação com número de lote que coincide com a da carga roubada no PR. 

o Titular da DRFR de Juazeiro comandou diligência formada pelas equipes dos S.I.s da DRFR e DTE em conjunto da Vigilância Sanitária deste município, com o objetivo de verificar denúncia de que em empresas desta cidade estaria ocorrendo comércio ilegal de carne bovina, oriunda de carga roubada na cidade de Nova Esperança/Paraná (B.O 2017/712382), e verificar existência de comércio de carne clandestina. A equipe deflagrou a operação e deslocou-se pra os seguintes endereços obtendo os seguintes resultados:

CASA DE CARNES LEVI: 17 caprinos inteiros e 4 retalhados de origem clandestina. E além disso, 04 peças de carne do tipo Bananinha (exportação), com rastreabilidade de numero coincidente com lote roubado.

EMPRESA PLENO COMÉRCIO VAREJISTA DE ALIMENTOS: 304 caixas de carne exclusiva de exportação com numeração de lote que coincide com a da carga roubada no Paraná.

PROVIDÊNCIAS:

Prisão de VANESSA MACHADO DA SILVA por receptação qualificada e comércio de carne imprópria para o consumo (clandestina) Art.7 da Lei 8.137/90;

Prisão de ITAMAR JÚNIOR RODRIGUES DOS ANJOS por receptação qualificada;

PRODUTOS RECUPERADOS:

304 caixas (aproximadamente 7,3 toneladas) de carne do tipo Bananinha, marca Anglo, tipo exportação.

Fonte: DPC REGINALDO CÉSAR - Titular da DRFR