Represa de Sobradinho chega ao nível mais baixo da história e Rio São Francisco agoniza

Por RemansoNet 13/09/2017 - 10:01 hs

Localizada na região norte do Estado a barragem de Sobradinho está perto de atingir o volume morto. Com 6,66% da capacidade, o reservatório enfrenta a pior seca da sua história. No mês de julho a Agência Nacional das Águas (ANA) autorizou pela segunda vez no ano que a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) reduzisse a vazão mínima da barragem, atingindo 550m³, o menor índice desde que o reservatório iniciou as atividades em 1979. Mesmo liberando menos água, Sobradinho pode chegar ao volume morto em outubro.

Uma área em Sobradinho que serve de pasto já foi rio um dia. Hoje, em vez de água, no lugar há terra seca e galhos de árvores mortas. O Rio São Francisco recuou quase 5 quilômetro nos últimos anos e abriu a trilha por onde o pescador João Eudes dos Santos caminha todos os dias até o lago de Sobradinho para ver se encontra peixe.

Na barragem de Sobradinho é possível perceber o quanto o rio está seco. O reservatório opera com 550 metros cúbicos de água por segundo, a menor vazão desde a construção da barragem há 38 anos. Para evitar que a situação piore, a Agência Nacional de Águas – ANA, já determinou que a captação na bacia do Rio São Francisco seja suspensa todas as quartas-feiras. Até o fim de novembro, nesse dia a água só pode ser retirada para consumo humano ou animal.

Informações Chesf