Prefeito de Campo Alegre de Lourdes corta o próprio salário para enfrentar a crise

Por RemansoNet 16/10/2017 - 14:41 hs

Visando reduzir despesas e não ultrapassar os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal, o prefeito de Campo Alegre de Lourdes, Enilson Marcelo declarou em reunião com o secretariado que cortará parte do próprio salário. Além do seu vencimento, solicitará a redução salarial do vice-prefeito e dos secretários. “O país enfrenta uma crise e tivemos uma queda significativa na arrecadação. Além disso, a Lei de Responsabilidade Fiscal terá que ser respeitada, como também o controle de gastos com a folha da prefeitura”, afirmou o prefeito.

A equipe da prefeitura municipal irá estudar uma forma de suspender parte dos objetos de contratos de prestação de serviços e de aquisição de alguns materiais, insumos, consumos e as gratificações, contratação de hora extra ou serviço extraordinário remunerado. “Estou convencido que, ao cortar os nossos próprios salários, cumpriremos o nosso objetivo que é vencer a crise”, ressaltou.

De acordo com o prefeito, nos últimos meses o Ministério Público solicitou a vários municípios a redução de gastos, e o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro Pereira, recomendou aos prefeitos redução nas despesas para enfrentar a crise. Ascom Campo Alegre de Lourdes